CREIO QUE…

CREIO QUE…

 

Não há fé tão pequena,

que não possa transpor obstáculos.

Não há amizade tão insensível, que não se possa perdoar…

Não há amor tão mesquinho,

que não se possa compartilhar…

Não há tristeza tão grande,

que não se acabe em sorrisos…

Enfim, não há oceanos de lágrimas, para chorar…

Portanto, creio no amor, na amizade,

na felicidade, no valor de um sorriso.

Sobretudo, creio em Deus e é nele que deposito

toda minha fé e esperança de um novo amanhã.

Filhinha Sagrado Coração de Jesus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.