Orientação para Matrimonio

Orientação para Matrimonio

Prezados senhores

NOIVOS E RESPONSÁVEIS pelas floriculturas,

Para facilitar a participação de todos os familiares e convidados na celebração do Sacramento do matrimônio, venho, por meio deste, apresentar aos noivos e aos responsáveis pelas floriculturas certas normas que, suplico, sejam observadas:

1) não sendo os enfeites a parte mais importante nem da celebração, nem do ambiente celebrativo, então que sejam feitos de tal modo que todos: noivos, pais, padrinhos, convidados e sacerdote, tenham visão total das pessoas presentes e possam participar dos atos sacramentais. O matrimônio não é um mero ato social, mas é uma ação sagrada instituída por Cristo e celebrada por ele e da qual tomam parte todos;

2) para isso é necessário que, ao menos na parte mais próxima do altar, os enfeites, ou não existam, ou sejam bem baixos, para não separarem noivos e sacerdote dos demais participantes do sacramento;

3) caso o sacramento do matrimônio seja celebrado após a Santa Missa do sábado, que os enfeites sejam colocados de tal maneira que as pessoas que forem participar da Santa Missa, às 19 horas, tenham visão total do altar, podendo locomover-se, quer quando entram ou saem dos bancos, quer quando caminham pelo corredor central em direção ao altar para comungarem. Também o corredor entre as portas laterais esteja aberto permitindo a passagem dos fiéis de um lado ao outro da igreja;

4) desaconselhamos o uso de velas acesas nos corredores;

5) sendo a Igreja uma casa de oração, que se mantenha o respeito e o silêncio devidos enquanto se trabalha enfeitando ou instalando o serviço de som;

6) se se pensar em fazer algo de muito diferente seria melhor que, antes, nos consultassem.

Acreditando na compreensão de todos, agradeço desde já e me ponho à disposição para maiores esclarecimentos.

Mons. Roberto Carrara

Pároco da Catedral N. Sra. de Lourdes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.