Terço Vocacional

Terço Vocacional

4º Domingo da Páscoa

Domingo do Bom Pastor

48º Dia Mundial de Oração pelas Vocações

“Propor as vocações na Igreja local”

 

TERÇO VOCACIONAL

 

            Neste terço vocacional, queremos meditar os diferentes momentos do itinerário vocacional. Confiamos a Maria todas as pessoas, a fim de que sintam a beleza de uma vida entregue a Jesus o Bom Pastor, aos irmãos e às irmãs, e sejam abertas a dizer um SIM generoso ao Mestre que chama. Peçamos ao senhor que suscite em muitos jovens a vocação ao Ministério Ordenado (padres e diáconos) e também para a Vida Consagrada em nossa querida Diocese de Apucarana.

 

(como rezar este terço)

 

No início Rezar o Creio, Um Pai Nosso e Três Ave Marias

 

Primeiro Mistério:  

A Busca: Então Jesus voltou-se para eles e, vendo que o seguiam, perguntou-lhes: ’A quem procurais? Responderam-lhe: “Rabi – que quer dizer Mestre – onde moras?” Ele disse: Vinde e vede!’. Eles foram, viram onde morava e ficaram com ele aquele dia. Eram quase quatro horas da tarde (Jo 1,38-39). “Onde moras?” é a pergunta que os discípulos André e João colocavam. Ela não é mais do que a expressão de uma mesma busca que todos inquietamente fazemos: “onde está a felicidade?”. Por isso, vale sempre a pena re-colocar esta pergunta: você é feliz?

Rezar um Pai Nosso e dez Ave Marias.

 

Segundo Mistério: O Chamado: E Jesus lhes disse: “Vinde comigo, e eu farei de vós pescadores de homens. Deixando imediatamente as redes, eles o seguiram” (Mc 1, 17-18). Os discípulos percebem em Jesus Cristo algo de diferente, algo de autêntico e profundo e, por isso, aceitam deixar imediatamente as redes e segui-Lo. Quantas vezes ficamos agarrados àquilo que deixamos ou ao comodismo da mediocridade? E você? Já cruzou com Cristo pelo caminho? Que você tem feito perante o mesmo desafio?

Rezar um Pai Nosso e dez Ave Marias.

 

Terceiro Mistério: O Seguimento: Então Jesus disse aos discípulos: “ Se alguém quiser vir após mim, renuncie a si mesmo, tome a cruz e me siga. Pois quem quiser salvar a sua vida, vai perdê-la; mas quem quiser perder a sua vida por amor de mim, há de encontrá-la” (Mt 16,24 – 25). Rapidamente a resposta afirmativa ao chamamento que nos é feito por Jesus Cristo traz conseqüências : segui-Lo implica amá-Lo, e amá-Lo implica aprender a imitá-Lo. Assim, como caminho de felicidade (seja como leigos, como ministros ordenados, ou como religiosos) nos é apresentada a cruz. Você já fez a experiência na sua vida de como é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, e é morrendo que se alcança a felicidade?

Rezar um Pai Nosso e dez Ave Marias.

 

Quarto Mistério: A Missão: “Ide, eu vos envio como cordeiros para o meio de lobos […] Quando entrardes numa cidade e vos receberem comei do que vos for servido, curai os enfermos que nela houver e dizei-lhes: ‘O reino de Deus está próximo de vós” (Lc 10, 3-9). Muitas vezes, somos colocados em contextos onde há muito pouca esperança. Porque é que tantas pessoas não conhecem a alegria de saber que o reino de Deus está perto de cada um de nós? Como tem sido o nosso testemunho enquanto cristãos? Como tem sido o nosso trabalho de engajamento em nossas comunidades?

Rezar um Pai Nosso e dez Ave Marias.

 

Quinto Mistério: A Fidelidade Radical: “[…] As raposas têm tocas e os pássaros do céu, ninhos, mas o Filho do homem não tem onde repousar a cabeça”. […] “Deixa que os mortos enterrem os seus mortos. […] “Quem põe a mão no arado e olha para trás não é digno de mim” (Lc 57-62). Jesus Cristo, sacerdote único e eterno, faz com que nunca se apague em nós a certeza de que só permanecendo em Ti encontramos sentido para a vida.

Rezar um Pai Nosso e dez Ave Marias e concluir com a Salave Rainha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.